Sahifa fully responsive WordPress News, Magazine, Newspaper, and blog ThemeForest one of the most versatile website themes in the world.

Trade quer turismo como bandeira de candidatos nas Eleições 2018

Deputado-Herculano-Passos1

Presidenciáveis e candidatos à majoritária nos estados irão receber documento com sugestões do setor para serem inseridas em seus planos de governo.

Colocar o turismo nos planos de governos de candidatos à presidência e aos governos dos estados é o objetivo dos representantes do setor para as eleições deste ano. Um documento com sugestões está sendo elaborado pelo trade turístico brasileiro. O assunto foi debatido, nesta semana, em Brasília, durante reunião do Conselho Empresarial de Turismo e Hospitalidade (Cetur) da Confederação Nacional do Comércio (CNC).

Para o presidente da Frente Parlamentar Mista em Defesa do Turismo do Congresso Nacional, deputado Federal Herculano Passos (MDB/SP), alcançar o objetivo do trade é fundamental para o desenvolvimento do setor. “O turismo no Brasil pode gerar tanta riqueza para o país quanto a agricultura ou a indústria. Mas, para isso, precisamos de governos que priorizem o setor. Se a Pasta do turismo continuar a ser tratada como de menos relevância e continuar com esse orçamento pífio, nunca seremos a potência turística que as belezas naturais e nosso povo permitem que o Brasil seja”.

Conforme o presidente do Cetur/CNC, Alexandre Sampaio, o documento trará propostas que envolvem a regulamentação do setor, ações de gestão e monitoramento, competitividade e promoção. “O texto deve ser finalizado na semana que vem e devemos começar a enviar ou entregar pessoalmente para os pré-candidatos até a última semana de abril”.

Novo ministro

O encontro foi o primeiro compromisso oficial de Vinicius Lummertz como Ministro do Turismo. Ele falou sobre as prioridades à frente da Pasta. “Meu grande esforço neste primeiro momento será trabalhar na sensibilização dos parlamentares para aprovarmos o projeto de lei que está em tramitação no Congresso Nacional e reúne pautas importantes para o setor, como a transformação da Embratur em agência, a modernização da Lei Geral do Turismo e a abertura de capital estrangeiro das companhias aéreas”.

Na sequência, segundo o ministro, a ideia é lançar o Brasil + Turismo 2, com propostas para avançar, ainda mais, na melhoria do ambiente de negócios do setor. Lummertz reforçou, ainda, a importância do Prodetur + Turismo e as possibilidades de investimentos que podem ser feitas com os recursos previstos pelo programa: R$ 5 bilhões.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *